Clique e assine a partir de 9,90/mês

Plantação oficial de maconha é alvo de assaltantes no Uruguai

Dois detentos de um presídio próximo tentaram invadir o prédio do Instituto de Regulação e Controle de Cannabis (IRCCA)

Por Da redação - Atualizado em 18 ago 2016, 16h58 - Publicado em 18 ago 2016, 15h27

Uma plantação de maconha para distribuição legal no Uruguai foi invadida por dois assaltantes foragidos do presídio localizado nas imediações da propriedade. Nessa quarta-feira, o Poder Judiciário indiciou os dois assaltantes, de 43 e 26 anos, por tentativa de roubo. Segundo os autos do processo, os fugitivos romperam uma cerca para tentar roubar plantas de maconha do Instituto de Regulação e Controle de Cannabis (IRCCA), em San José, próximo a Montevidéu. No local, funcionam as duas empresas habilitadas pelo governo para o cultivo da cannabis, Iccorp e Simbiosys.

Leia também:
Filha de Obama é flagrada fumando cigarro que parece de maconha
Alemanha vai liberar maconha medicinal em 2017

A comercialização da maconha no Uruguai deve começar nos próximos meses. Ela será vendida em farmácias, e os usuários registrados terão um limite de compra semanal de 10 gramas (40 ao mês). Até o momento, 50 farmácias estão registradas para vender cannabis no Uruguai. O secretário da presidência do Uruguai, Juan Andrés Roballo, disse na terça-feira que espera que mais farmácias decidam aderir ao programa. “Necessitamos de que cada departamento tenha pelo menos uma farmácia habilitada para fins de um cumprimento homogêneo da lei”, comentou Roballo.

(Com EFE)

Publicidade