Clique e assine a partir de 9,90/mês

Pesquisas indicam que Vázquez vencerá eleições no Uruguai

Candidato governista aparece com 14 e 16 pontos de vantagem sobre opositor Lacalle Pou

Por Da Redação - 27 Nov 2014, 06h24

O candidato do partido governista Frente Ampla à Presidência do Uruguai, Tabaré Vázquez, será eleito presidente no próximo domingo com no mínimo 14 pontos de vantagem sobre o opositor Luis Lacalle Pou, do Partido Nacional, segundo pesquisas eleitorais publicadas nesta quarta-feira, as últimas que vão ser divulgadas antes da votação.

Os levantamentos feitos pelos institutos Equipos Mori e Cifra reafirmaram a ampla vantagem do ex-presidente Vázquez. Além disso, as empresas consideraram em seus relatórios que a vitória do candidato apoiado pelo atual presidente, José Mujica, é praticamente certa.

Segundo a Equipos Mori, a chapa formada por Vázquez e Raúl Sendic tem 53% das intenções de voto, enquanto a de Luis Lacalle Pou e Jorge Larrañaga tem 37%, apontando até 16 pontos de diferença.

Leia também

Continua após a publicidade

Crise na educação marca a eleição presidencial no Uruguai

Mujica adia para 2015 venda legal de maconha no Uruguai

Os eleitores indecisos somam 5%. Já os que votarão em branco ou nulo também foram 5%.

Em comparação com a última pesquisa desse instituto, realizada na semana passada, Vázquez subiu mais dois pontos percentuais, enquanto Lacalle perdeu um.

Continua após a publicidade

“Tabaré Vázquez será eleito presidente do Uruguai no próximo domingo e conduzirá os destinos do país pelos próximos cinco anos”, afirmou a empresa de consultoria.

A pesquisa foi feita entre 18 e 25 de novembro com 700 entrevistados e sua margem de erro é de 3,7%.

A Cifra, por sua vez, apontou que Vázquez tem 52,5% das intenções de voto, contra 37,8% de Lacalle, uma diferença de 14,7 pontos. Votos brancos e nulos somaram 4,4% e 5,6% dos eleitores estão indecisos. O levantamento não teve a ficha técnica divulgada.

Após a realização do primeiro turno no dia 26 de outubro, as principais empresas de estudos políticos do Uruguai reconheceram seus “erros” nas pesquisas anteriores ao pleito, já que não conseguiram prever a maioria absoluta do Frente Ampla no parlamento, tal como foi confirmado na apuração oficial dos votos.

Continua após a publicidade

No primeiro turno, Vázquez obteve 47,9% dos votos válidos, enquanto Lacalle Pou conseguiu 30,9% e o candidato do Partido Colorado, Pedro Bordaberry, ficou com 12,9%.

(Com agência EFE)

Publicidade