Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Passeadores de cachorros faturam mais de R$ 510 mil por ano em Nova York

Entre fatores estão aumento do número de pessoas com animais de estimação e boom nos cuidados dos pets após a pandemia de Covid-19

Por Da Redação
Atualizado em 25 jan 2023, 14h22 - Publicado em 25 jan 2023, 14h21

O mercado para passeios de cachorros está passando por um período lucrativo, especialmente para empreendedores que oferecem serviços para os ricaços de Nova York. Embora existam passeadores de cachorros iniciantes, que cobram 14 dólares por uma caminhada de 30 minutos, os mais experientes estão cobrando quase três vezes mais e ganhando cerca de 100 mil dólares por ano, o equivalente a cerca de 510 mil reais, de acordo com reportagem do New York Times.

Tradicionalmente, passear com cachorros é uma atividade procurada por aqueles que querem um emprego estável, mas com flexibilidade de tempo para também se dedicar a outras paixões. Porém, com o aumento do número de pessoas com animais de estimação e o boom nos cuidados dos pets, a área entrou em expansão. Hoje, existem diversos serviços mais sofisticados do que apenas o passeio comum:  animais podem correr pelo campo, viajar para fazendas, frequentar campos de treinamento e até spas.

Bethany Lane, de 35 anos, começou a passear com cães há 11 anos, quando se formou na faculdade se mudou para Nova York. A jovem contou em entrevista ao New York Times que precisava pagar o aluguel e os empréstimos estudantis e achou a oportunidade perfeita.

“Eu vi que alguém me pagaria para passear com cachorros. Como uma amante de animais que ama cachorros, era perfeito”, declarou.

Continua após a publicidade

Em 2014, os negócios começaram a decolar e Bethany fundou a Whistle & Wag, uma boutique de cuidados para animais de estimação. Agora, três anos depois do início pandemia, quando muitas famílias adotaram cães para ter companhia durante os períodos mais duros de quarentena, a demanda está maior que nunca. Bethany aumentou os preços dos serviços e agora cobra cerca de 35 dólares por passeio,  o que levou à fatura de 100.000 dólares em 2022.

Além de Bethany, outras pessoas também aproveitam o momento para capitalizar os cuidados com os animais de estimação. Michael Josephs, de 34 anos, era professor no Brooklyn e treinava seu cachorro Willy depois de dar aulas. Com o tempo, o treinamento começou a chamar atenção de outras pessoas.

“As pessoas viram nosso relacionamento e me perguntaram se eu poderia treinar o cachorro delas”, disse ao New York Times o agora ex-professor, que largou o emprego e passou a cobrar 20 dólares por um passeio de 30 minutos. Dentro de um mês, ele tinha cerca de oito clientes e trabalhava cinco horas por dia para ganhar cerca de 30 mil dólares por ano.

Continua após a publicidade

Durante a pandemia, os negócios pararam, mas agora voltaram e decolaram. Segundo Michael, a empresa gerou uma receita de mais de 100 mil dólares em 2022.

Alguns empresários desse ramo estão tão bem financeiramente que estão voltando a se dedicar a outras paixões. É o caso de Maren Lavelle, de 38 anos, que chegou a passear com 15 a 25 cachorros por dia, 3cobrando 15 dólares por caminhada. Agora, a empresa de Maren tem cerca de 700 clientes e emprega 25 passeadores de cães na cidade de Nova York e 13 passeadores em Chicago, onde abriram uma filial.

Mauren conta que agora se sente confortável financeiramente para se dedicar a sua paixão: o cinema. Ela contou que está gravando um curta-metragem de terror em Nova York.

Continua após a publicidade

“Quando o negócio exigia muito de mim e não pagava tanto, foi difícil me dedicar ao cinema”, disse. “Custa dinheiro fazer esses filmes, é legal que eu possa usar meu sucesso nas caminhadas com cães para seguir uma carreira criativa”.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.