Clique e assine a partir de 9,90/mês

Paris anuncia construção de campos para receber 1.000 refugiados

Dois abrigos para refugiados serão inaugurados na capital da França no mês de outubro, um para homens e outro para mulheres e crianças

Por Da redação - Atualizado em 6 set 2016, 17h08 - Publicado em 6 set 2016, 10h09

A cidade de Paris vai construir dois campos com capacidade para abrigar quase 1.000 refugiados, em uma tentativa de diminuir o número de imigrantes que vivem nas ruas. De acordo com a prefeita Anne Hidalgo, que fez o anúncio nesta terça-feira, os campos devem servir como moradia temporária e a abertura do primeiro acontecerá já no mês de outubro.

“Precisamos achar novas formas de superar a situação. As coisas estão saturadas”, afirmou Hidalgo, em coletiva de imprensa. “Esses campos para imigrantes refletem os nossos valores”, declarou. De acordo com o jornal Le Monde, será construído um campo com capacidade para 400 homens sozinhos, que poderão permanecer de cinco a dez dias no local e, em seguida, outro destinado a mulheres e crianças. Hidalgo revelou ainda que a obra custará 6,5 milhões de euros (23,5 milhões de reais), valor que será 80% pago pelas autoridades municipais.

Leia também:
Merkel admite erros da Alemanha e da UE sobre refugiados
Tempo bom no Mediterrâneo faz Itália temer novas imigrações
EUA cumprem meta de acolher 10 000 refugiados sírios neste ano

Os campos para abrigo de refugiados são uma polêmica crescente na França e o governo do país sofre pressão para acabar com o principal deles, conhecido como “Selva de Calais”, próximo à cidade de mesmo nome. Moradores da região culpam o centro, que abriga cerca de 10.000 refugiados, pelo aumento da criminalidade e problemas na economia local. Por ser uma área portuária, Calais recebe milhares de refugiados que desejam chegar ao Reino Unido. Na segunda-feira, um protesto encabeçado por caminhoneiros, agricultores e empresários pediu o fechamento do campo.

Publicidade