Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Merkel admite erros da Alemanha e da UE sobre refugiados

O partido conservador de Merkel deve sofrer reveses em duas eleições regionais no mês que vem, em parte por causa das políticas dela para os refugiados

Por Da redação 31 ago 2016, 09h09

A Alemanha e outros países da União Europeia (UE) fizeram vista grossa por tempo demais para a crise de refugiados que ganhava forma nas suas fronteiras externas, disse a chanceler alemã, Angela Merkel, em entrevista publicada nesta quarta-feira no Süddeutsche Zeitung, o jornal de maior circulação no país.

Merkel, que tem enfrentado críticas na Alemanha por causa de sua política de acolher refugiados, também disse ao jornal que o país e a UE vão precisar de paciência e perseverança para lidar com a imigração de pessoas para a Europa. “Na Alemanha nós tanto ignoramos o problema por tempo demais quanto bloqueamos a necessidade de se encontrar uma solução pan-europeia”, declarou ela.

Leia também
Burca deve ser banida na Alemanha, defende Angela Merkel
Popularidade de Merkel despenca após ataques na Alemanha
Merkel defende política de refugiados após atentados

Merkel fez os comentários numa incomum análise autocrítica que parece ter sido programada para o aniversário de um ano nesta quarta-feira da sua famosa declaração “wir schaffen das”, ou “nós podemos fazer isso”, quando perguntada sobre como a Alemanha reagiria à crescente onda de refugiados.

O partido conservador de Angela Merkel deve sofrer reveses em duas eleições regionais no mês que vem, em parte por causa das políticas dela para os refugiados.

(Com agência Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade