Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Panama Papers: ministro espanhol renuncia por vínculo com empresa offshore

José Manuel Soria anunciou sua demissão para, segundo ele, não prejudicar o governo interino, encabeçado pelo Partido Popular (PP)

O ministro interino da Indústria da Espanha, José Manuel Soria, anunciou sua demissão nesta sexta-feira após ser vinculado a empresas em paraísos fiscais. O nome de Soria foi mencionado no escândalo conhecido como “Panama Papers”, quando o vazamento de 11,5 milhões de documentos do escritório de advocacia panamenho Mossack Fonseca revelou informaççoes de mais de 214.000 offshores em duas centenas de países e territórios.

Soria negou o envolvimento com uma empresa offshore nas ilhas Jersey, revelado no escândalo, mas disse estar saindo para evitar prejudicar o governo interino, encabeçado pelo Partido Popular (PP). A renúncia acontece no momento em que a Espanha enfrenta uma provável segunda eleição geral em junho em consequência da votação inconclusiva de dezembro.

Leia mais:

‘Panama Papers’ abalam governos e países decidem investigar

Após revelação de offshore, primeiro-ministro da Islândia anuncia renúncia

Na semana passada, o primeiro-ministro islandês, Sigmundur David Gunnlaugsson, renunciou ao cargo, dois dias após a divulgação dos Panama Papers, que o vinculam a uma empresa em um paraíso fiscal. Nos dias que se seguiram ao vazamento, milhares de islandeses protestaram em frente ao parlamento de Reykjavik para exigir a renúncia do primeiro-ministro.

(Com Reuters)