Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

ONU diz que insegurança no Iêmen prejudica ajuda humanitária

Por Da Redação 14 fev 2012, 13h00

Genebra, 14 fev (EFE).- A ONU advertiu nesta terça-feira que ‘a situação de insegurança’ no Iêmen põe em risco os esforços da comunidade internacional para prestar assistência às mais de 6 mil pessoas que precisam da ajuda para suas necessidades básicas.

O Escritório de Coordenação de Assuntos Humanitários da ONU (Ocha) informou nesta terça-feira em Genebra que o número corresponde aos civis que precisam de proteção, água e serviços de saúde, e que são os mais afetados pela ‘violência constante’.

A Ocha expressou ainda preocupação pelas altas taxas de desnutrição no país, que tem o dobro de crianças menores de cinco anos desnutridas (750 mil) na comparação com o ano anterior. Além disso, 500 mil correm o risco de morrer se a ajuda alimentícia necessária não chegar ao país.

Nas últimas semanas, o efetivo nas principais cidades foi reduzido, incluindo Sana, mas ‘a instável situação de segurança ainda representa um desafio às operações humanitárias’, denunciou a Ocha.

O Plano de Resposta Humanitária para o Iêmen está avaliado em US$ 447 milhões, mas até agora recebeu apenas US$ 63 milhões, 14% do total comprometido pelos doadores. EFE

Continua após a publicidade

Publicidade