Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Onda de frio mata quatro pessoas e paralisa tráfego fluvial na Alemanha

Berlim, 6 fev (EFE).- As autoridades alemãs anunciaram nesta segunda-feira que pelo menos quatro pessoas morreram nas últimas 48 horas devido à onda de frio, enquanto a navegação fluvial segue interrompida em boa parte do país por causa do gelo.

Duas pessoas morreram neste fim de semana quando patinavam em lagos congelados nas localidades de Obertsontheim, em Baden-Württemberg, e Nettetal, na Renânia do Norte-Vestfália. O gelo abaixo de seus pés se rompeu e os patinadores caíram na água.

Em Melle, na Baixa Saxônia, um homem morreu congelado ao cair numa vala, e um pescador caiu em águas geladas de um lago e também perdeu a vida.

Os serviços meteorológicos registraram temperaturas de até 28 graus abaixo de zero no leste da Alemanha. Em Berlim e em Bradenburgo, os termômetros marcaram 23 graus negativos.

O tráfego fluvial teve que ser interrompido. Na Baviera, 115 quilômetros do canal Meno-Danuvio foram fechados, após 32 embarcações ficarem presas no gelo.

Além disso, a navegação no Elba, entre as localidades de Saale e Dresden (sul), será interrompida num trecho de 200 quilômetros nesta segunda-feira. O Oder também foi totalmente fechado.

Além disso, o bloqueio afeta canais artificiais estratégicos como o Oder-Havel, que liga a Polônia à Alemanha, ou os de Charlottemburg, Spandau e Treptow, na capital alemã, onde os rios Havel e Spree se encontram completamente congelados. EFE