Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Obama se reúne com novo presidente da Nigéria e pede foco em ações antiterroristas

Muhammadu Buhari foi eleito em março e traz esperanças de melhora na relação com os EUA

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, recebeu nessa segunda-feira na Casa Branca o presidente nigeriano Muhammadu Buhari e pediu que ele trabalhasse para trazer “segurança e paz” a uma nação desafiada pela tensão econômica e histórico de corrupção e violência extrema promovida pelo grupo terrorista Boko Haram. O encontro entre os dois presidentes aconteceu quase oito semanas após a eleição de Buhari e evidencia a importância que os Estados Unidos dão para um bom relacionamento com a Nigéria.

Leia também:

Adolescente-bomba mata 12 em mesquita na Nigéria

Ataques do Boko Haram deixam quase 150 mortos na Nigéria

Nigéria proíbe mutilação genital feminina antes de troca presidencial

Após a reunião, Obama falou à imprensa e afirmou que os Estados Unidos esperam se aliar à nação africana a fim de torná-la exemplo de prosperidade e estabilidade em seu continente. Disse também que discutiria com Muhammadu Buhari uma forma de cooperação para conter o terrorismo e a corrupção no país. O nigeriano afirmou que a pressão exercida pelos EUA e pela Europa foi essencial para garantir que as eleição realizadas em março fossem “justas e credíveis” e que seria “eternamente grato” aos americanos por sua ajuda.

As relações entre os EUA e a Nigéria foram levemente abaladas por falhas do governo africano e de seu exército em suas tentativas de localizar as mais de 200 estudantes sequestradas pelo Boko Haram na cidade de Chibok, em abril de 2014. O então presidente Goodluck Jonathan se irritou com a recusa dos Estados Unidos em vender helicópteros que ajudariam nas buscas e organizar um programa de treinamento militar com os soldados nigerianos. No entanto, espera-se que a conexão entre as nações melhore com Muhammadu Buhari na presidência. O ex-ditador de 72 anos de idade jurou lealdade à democracia e prometeu responder às preocupações dos Estados Unidos na Nigéria. Obama convidou Buhari para uma visita à Casa Branca imediatamente após sua vitória nas eleições de março.

(Da redação)