Clique e assine a partir de 8,90/mês

Obama reconhece que não conseguiu unir Washington

Presidente americano foi eleito em 2008 com a promessa de pôr fim à política partidária do Congresso, dividido entre republicanos e democratas

Por Da Redação - 15 jul 2012, 21h27

O presidente americano, Barack Obama, reconheceu neste domingo que não conseguiu eliminar as diferenças políticas extremas entre republicanos e democratas. “Washington está tão dividida quanto há quatro anos”, disse Obama à rede de TV CBS.

Eleito em 2008, com a promessa de pôr fim à política partidária “amarga” representada pelo Congresso, Obama admitiu que os últimos três anos e meio da vida política americana foram marcados por uma divisão extrema entre os republicanos, de oposição, e os democratas, de situação.

Obama afirmou que não conseguiu preencher este abismo, mesmo tendo se esforçado para isso. “Não fui capaz de mudar a atmosfera de Washington para refletir o decoro e o senso comum”, reconheceu, admitindo ter “subestimado” o tamanho da divisão.

“Uma das coisas que se aprende neste gabinete é que tudo demora um pouco mais do que o desejado”, destacou o presidente. “O maior desafio que devemos enfrentar neste país é como fazer para construir uma economia em que a classe média cresça e se torne mais forte, e em que aqueles com vontade de trabalhar duro encontrem o caminho para fazer parte desta classe média.”

(Com agência France-Presse)

Continua após a publicidade
Publicidade