Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Número de mortos em terremoto na Turquia sobe para 14

Na Turquia, as vítimas foram 12, e na ilha grega de Samos, duas; só na cidade turca de Izmir, mais afetada pelo tremor, pelo menos 20 prédios desabaram

Por Da Redação 30 out 2020, 16h39

Pelo menos 14 pessoas já foram encontradas mortas devido a um terremoto que atingiu a Turquia e a Grécia nesta sexta-feira, 30. O evento fez com que uma série de prédios colapsassem e desencadeou o que as autoridades classificaram como um “mini-tsunami”.

Segundo a emissora americana CNN, doze pessoas foram morreram na costa oeste da Turquia, enquanto dois adolescentes morreram na ilha grega de Samos, soterrados por um muro desabado.

Na cidade turca de Izmir, pelo menos 20 prédios foram destruídos, segundo o prefeito Tunc Soyer. Veículos ficaram esmagados sob os escombros e voluntários estão em busca de sobreviventes.

Continua após a publicidade

Na Turquia, mais de 419 pessoas ficaram feridas, de acordo com a agência de desastres do país, que salvou diversas delas com escavadeiras. As operações de resgate continuam em 17 edifícios.

O terremoto teve magnitude de 7 na escala Richter, provocando um mini-tsunami no Mar Egeu e inundando as ruas de Izmir. Imagens publicadas nas redes sociais mostram uma onda enorme varrendo carros e objetos nas áreas mais próximas da praia. Não houve alerta de tsunami.

Continua após a publicidade

Autoridades gregas e turcas relataram dezenas de tremores secundários. Em Izmir, o governador Yavuz Selim Köşger pediu que os residentes ficassem em suas casas e evitassem o uso de telefones, para que os veículos de emergência pudessem se comunicar com eficácia.

Na Grécia, o vice-prefeito de Samos, Giorgos Dionisiou, disse que alguns prédios antigos desabaram na ilha. A população foi orientada a ficar longe da costa e de prédios, e ficarem alertas para ondas grandes.

Continua após a publicidade
Publicidade