Clique e assine com até 92% de desconto

Netos de exilados da Guerra Civil se apressam para pedir cidadania espanhola

Por Da Redação 27 dez 2011, 19h26

Bogotá, 27 dez (EFE).- Centenas de milhares de latino-americanos solicitaram, muitos deles nesta terça-feira, último dia de prazo, a nacionalidade espanhola em virtude de uma lei que beneficia os netos dos exilados pela Guerra Civil e pelo regime de Francisco Franco.

Segundo dados do Ministério de Relações Exteriores da Espanha, até o último dia 31 de agosto, 213.787 pessoas receberam a nacionalidade espanhola, de um total de 378.862 solicitações.

Desde então as solicitações atingiram um ritmo maior, portanto o número final pode ser consideravelmente mais alto, segundo afirmaram hoje à Agência Efe fontes consulares.

O processo começou no dia 27 de dezembro de 2008 e teve que ser ampliado em 2010 até hoje devido ao grande sucesso da lei, principalmente na Argentina e em Cuba, países com maior número de solicitações, de acordo com fontes dos consulados.

Funcionários do consulado de Buenos Aires, onde hoje ainda havia uma fila de 150 metros de comprimento, disseram à Efe que 100 mil argentinos netos de espanhóis solicitaram a cidadania e a maioria a obteve nos últimos três anos.

Continua após a publicidade

Além disso, até o último dia 22 de dezembro, 66 mil cubanos haviam recebido o passaporte espanhol e calcula-se que o número pode ultrapassar os 180 mil (cerca de 1,7% da população da ilha) quando forem analisadas todas as solicitações em trâmite, segundo disseram à Efe fontes do Consulado Geral em Havana.

Na capital do México, centenas de pessoas esperaram o último dia do prazo para solicitar a nacionalidade espanhola. A cônsul-geral adjunta da Espanha no México, María Palacios, declarou a Efe que desde o dia 27 de dezembro de 2008 foram recebidas 37 mil solicitações.

‘A proporção de negação é baixa, portanto espera-se que o número final de nacionalidades outorgadas seja parecido com esse’, comentou.

Em Miami, também há muitos descendentes de espanhóis que deixaram para o último dia a visita ao Consulado Geral da Espanha, que recebeu cerca de 20 mil solicitações, a maioria de pessoas de origem cubana, desde o início do prazo, segundo disse à Efe Javier Pagalday, cônsul adjunto.

No Brasil, os consulados de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Salvador intensificaram nos últimos dias o trabalho pelo aumento de pedidos de nacionalidade por parte dos netos brasileiros de imigrantes espanhóis, segundo informaram à Efe fontes da embaixada da Espanha em Brasília, que, no entanto, não ofereceram números. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade