Clique e assine a partir de 9,90/mês

Merkel diz que imigrantes irão ‘ocupar e mudar’ a Alemanha

A chanceler alemã anunciou um orçamento de 6 bilhões de euros para a questão dos refugiados

Por Da Redação - 7 Sep 2015, 09h43

A chanceler alemã, Angela Merkel, disse nesta segunda-feira que o enorme fluxo de imigrantes que chega ao país irá “ocupar e mudar” a Alemanha nos próximos anos. “Queremos que essa mudança seja positiva e acreditamos que podemos conseguir isso”.

Merkel afirmou que a Alemanha vai destinar 6 bilhões de euros (mais de 25 bilhões de reais) para questões relacionadas aos refugiados, incluindo a construção de abrigos e processos de asilo. Até o final do ano, estima-se que o país receba 800.000 pedidos de asilo.

Ao longo do final de semana, cerca de 20.000 imigrantes chegaram ao país e outros 11.000 devem entrar em território alemão nesta segunda-feira. Um fluxo “de tirar o fôlego”. “É preciso tomar uma série de medidas para ser capaz de lidar com os desafios que estamos enfrentando”, disseMerkel durante uma coletiva de imprensa na capital Berlim.

Leia também:

Continua após a publicidade

França receberá 24 mil refugiados nos próximos 2 anos

Britânicos mudam de postura e vão aceitar ‘milhares’ de refugiados sírios

Papa pede que todas as igrejas católicas da Europa recebam refugiados

Cerca de 20 mil famílias se oferecem para acolher refugiados na Holanda

Continua após a publicidade

Segundo a chanceler, os imigrantes que precisam de proteção receberão o apoio do país e acrescentou: “aqueles que não tiverem nenhuma chance de receber asilo terão de voltar para suas casas rapidamente”.

Apesar dos esforços, a líder mais poderosa do mundo lembrou que a Alemanha não pode resolver sozinha a crise de imigração na Europa e convocou os outros países da União Europeia a receber refugiados.

“Nós só conseguiremos lidar com esses desafios se pudermos contar com a solidariedade europeia. Nós somos uma Europa de valores. Somos uma Europa que tem de mostrar a sua verdadeira face”, disse.

(Da redação)

Publicidade