Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Manifestantes fazem novo protesto em Hamburgo contra G20

Houve ações de sabotagem em trilhos de trem e tentativas de bloquear os acessos ao local onde acontece o início da cúpula

Por Da redação Atualizado em 7 jul 2017, 15h48 - Publicado em 7 jul 2017, 06h47

Manifestantes realizaram nesta sexta-feira, em Hamburgo, na Alemanha, algumas ações de sabotagem em trilhos de trem e tentativas de bloquear os acessos ao centro de convenções onde acontece o início da cúpula do G20, após os violentos distúrbios registrados na quinta-feira na cidade e alguns incidentes isolados durante a madrugada.

A polícia de Hamburgo informou que foi detectada a presença de objetos sobre os trilhos em uma estação de trem, atrapalhando o tráfego ferroviário.

Segundo fontes policiais, durante toda a noite, em vários pontos da cidade, grupos de pessoas pretendiam prosseguir com os protestos, enquanto no bairro de Altona foram incendiados vários automóveis. Logo no início da manhã (horário local), pessoas sentadas nas calçadas pretendiam impedir a passagem do tráfego para o local onde acontecerá a cúpula.

Pelo menos 70 policiais ficaram feridos ontem nos distúrbios desencadeados em Hamburgo durante uma manifestação. Em 60 casos os ferimentos foram leves, provocados por arremesso de objetos como garrafas. O número de feridos entre os manifestantes é indeterminado.

Continua após a publicidade

Os distúrbios começaram pouco depois do início da passeata, quando as forças de segurança observaram a presença de pessoas usando máscaras em meio à manifestação, batizada como “Welcome to Hell” (“Bem-vindo ao inferno”, em inglês). Jatos d’água foram usados para dispersar os participantes.

Cerca de 12 mil manifestantes participavam do ato, que tentava chegar a 300 metros do centro de eventos.

As autoridades alemãs disponibilizaram 19 mil policiais para a cúpula, na qual a chanceler Angela Merkel receberá como anfitriã os líderes das 20 maiores economias do mundo, mais os principais países emergentes.

(EFE)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)