Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Livre de câncer, presidente colombiano deixa clínica

Juan Manuel Santos retirou tumor não-invasivo da próstata na quarta-feira

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, recebeu alta neste sábado da clínica de Bogotá onde foi internado na quarta-feira para ser operado de câncer de próstata. Santos, que está em processo de recuperação em sua casa, disse estar livre do câncer.

“De volta para casa, que é talvez uma das sensações mais agradáveis que se pode ter depois desta experiência”, afirmou Santos na saída da Fundação Santa Fé de Bogotá (FSFB), onde foi realizada a cirurgia para remoção de um tumor não-invasivo. “Estou totalmente curado”, afirmou.

“Consegui salvar a minha vida, porque ontem foi confirmado que o tumor não tem metástase, foi feita uma revisão em todos os gânglios e não há nenhum traço de câncer, por isso estou completamente curado”, disse Santos a jornalistas ao deixar a clínica andando por conta própria.

Diagnóstico – O presidente – que saiu do centro hospitalar acompanhado de sua mulher, María Clemência Rodríguez Santos, e dos médicos responsáveis por sua saúde durante a internação – foi operado na quarta-feira, apenas dois dias depois de tornar público sua doença. Santos atribuiu o sucesso da cirurgia e de sua cura ao fato do câncer ter sido detectado cedo por seu urologista e cirurgião, Felipe Gómez.

O diagnóstico foi levado para especialistas americanos na última semana de setembro, quando o líder viajou para Nova York para discursar na Assembleia Geral da ONU. Os especialistas confirmaram o câncer e recomendaram a operação.

O colombiano é o mais recente presidente latino-americano diagnosticado com câncer, doença de que foram tratados anteriormente o venezuelano Hugo Chávez, a presidente brasileira, Dilma Rousseff, e a argentina Cristina Kirchner, além dos ex-governantes do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva e do Paraguai, Fernando Lugo.

(Com agências EFE e Reuters)