Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Liga Árabe denuncia crimes de Israel em Gaza e pede ação internacional

Por Da Redação 9 dez 2011, 15h06

Cairo, 9 dez (EFE).- A Liga Árabe denunciou nesta sexta-feira ‘a sangrenta e grave ofensiva’ realizada por Israel na Faixa de Gaza nos últimos dias e pediu às grandes potências e organismos internacionais que coloquem um fim a estes crimes.

Em comunicado, o secretário-geral assistente para Assuntos Palestinos da organização, Mohammed Sobeih, afirmou que ‘Israel viola os tratados de Genebra ao recorrer ao uso da força extrema e executar os palestinos sem leis nem julgamentos’.

Sobeih afirmou que Israel, com esses ataques, tenta inflamar a situação e colocar mais obstáculos aos esforços para impulsionar o processo de paz palestino-israelense.

‘A política de dois pesos e duas medidas e o tratamento de Israel como se fosse um país que atua sobre a lei, o encorajou a continuar com mais assassinatos, bombardeios e destruição’, lamentou Sobeih.

Já o delegado palestino permanente na Liga Árabe, Barakat al Fara, pediu à Organização das Nações Unidas, à Liga Árabe e outras instituições internacionais a intervir para cessar os sangrentos ataques israelenses contra o povo palestino.

‘O permanente bombardeio contra povoados e a escalada da violência em Jerusalém indicam novamente que Israel não trabalha pela paz, mas deseja arrastar a região a problemas e tensões que a área não necessita’, disse o diplomata palestino.

Além disso, afirmou que depois do sofrimento do povo palestino desde a criação de Israel, a comunidade internacional deve ajudá-lo a estabelecer seu Estado independente com sua capital em Jerusalém Oriental.

Nos últimos dias, foi registrado um aumento da violência entre as duas partes, com o lançamento de foguetes contra Israel e ataques das tropas israelenses a Gaza, o que causou a morte de pelo menos quatro palestinos. EFE

Continua após a publicidade

Publicidade