Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Líder do Uruguai quer acabar tratamento de câncer antes de fim do mandato

País vizinho terá eleição presidencial em 27 de outubro, com disputa entre o socialista Daniel Martínez e o conservador Luis Alberto Lacalle Pou

Por Da Redação - 29 ago 2019, 17h28

O presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, afirmou à imprensa local ter iniciado o tratamento de câncer no pulmão e que o terminará antes da conclusão de seu mandato, em 1º de março de 2020. Médico oncologista, ele foi diagnosticado há uma semana, depois de um exame de rotina.

“Há quem diga: ‘Não faça mais nada’. E não é assim. Vamos sair em 1º de março e governaremos até o último momento”, disse Vázquez ao jornal La República nesta quinta-feira, 29.

Vázquez foi presidente 2005 e 2010 e, novamente, eleito para assumir o cargo em 2015. Neste final de mandato, promete cumprir suas funções no governo regularmente”, informou por meio de comunicado divulgado pela Presidência.

O Uruguai realizará eleições gerais em 27 de outubro – mesma data do pleito presidencial na Argentina. O Frente Amplo, coalizão de esquerda que está no poder desde 2005 e da qual Vázquez é uma das principais lideranças, competirá pelo quarto mandato consecutivo. Seu candidato é Daniel Martínez, ex-prefeito de Montevidéu e ex-senador, mais conhecido no país como “pelado” (careca, em português).

Publicidade

Martínez concorre com o ex-deputado federal Luis Alberto Lacalle Pou, de 46 anos, filho do ex-presidente Luis Alberto Lacalle, do Partido Nacional (Blanco), de centro-direita. Lacalle faz parte da família Herrera, que estiveram associados a todas as vitórias da legenda conservadora.

 

Publicidade