Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Latino-americanos “devem orar pelos cardeais” de conclave

Em última audiência pública, Bento XVI reforça que continua a serviço da Igreja

Por Da Redação 27 fev 2013, 10h14

Em sua última audiência pública como pontífice, nesta quarta-feira, na Praça de São Pedro, o papa Bento XVI pediu aos países latino-americanos e à Espanha que orem pelos cardeais que deverão eleger seu sucessor. Em despedida emocionada, Bento XVI reforçou que entende a gravidade de sua renúncia, a primeira decisão desse tipo em cerca de seis séculos, mas lembrou que fez isso pelo bem da Igreja.

Leia também:

Leia também: Em último sermão, Bento XVI relata ‘momentos difíceis’

“Suplico para que recordem de mim em sua oração e que sigam pedindo pelos senhores cardeais, convocados à delicada tarefa de eleger um sucessor na Cátedra do apóstolo Pedro”, disse em espanhol ao peregrinos de todo o mundo que compareceram a sua última audiência. “Tomei esta decisão em plena consciência de sua gravidade e raridade, mas também com profunda serenidade de espírito”, acrescentou.

O papa também anunciou que se dedicará à oração e que sua intenção não é retornar à vida privada. “Rezem por meu sucessor, que Deus os acompanhe!”, afirmou à multidão emocionada que acompanhava a bênção. Apesar de renunciar ao seu ofício, Bento XVI disse que permanecerá a serviço da Igreja por meio das orações.

Saiba mais:

Saiba mais: Palácio de Castel Gandolfo, o novo refúgio de Bento XVI

(Com agência France-Presse)

Continua após a publicidade
Publicidade