Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Kim Jong-un recebe delegação sul-coreana em Pyongyang

Trata-se da primeira visita em mais de 10 anos de autoridades de alto nível da Coreia do Sul ao Norte

O ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-un, recebeu nesta segunda-feira uma delegação sul-coreana de alto nível, que viajou a Pyongyang com o objetivo de pedir ao regime o fim de seu programa nuclear.

É a primeira vez que Kim, que herdou o cargo de seu pai morto em 2011, reúne-se com representantes do governo da Coreia do Sul. Além disso, trata-se da primeira visita em mais de 10 anos de uma delegação sul-coreana de alto nível ao Norte.

Kim presidiu um jantar com o grupo na capital norte-coreana, segundo um comunicado do escritório presidencial de Seul. A visita do grupo sul-coreano deve durar dois dias.

A delegação é liderada por Chung Eui-yong, chefe do escritório presidencial sul-coreana de Segurança Nacional, e inclui outros quatro delegados – entre eles o diretor do Serviço Nacional de Inteligência (NIS), Suh Hoon – e cinco funcionários de apoio.

O grupo chegou ao aeroporto internacional de Sunan, ao norte de Pyongyang, em torno das 14h20 do horário local (2h20, em Brasília), onde foi recebido por Ri San-gwon, diretor da agência para assuntos intercoreanos do regime de Kim Jong-un.

Seul assegurou que, durante a visita, buscará ampliar a aproximação conquistada durante os Jogos de Inverno no mês passado. A delegação sul-coreana também tentará estimular o início do diálogo entre Washington e o isolado país asiático.

A delegação norte-coreana que visitou a Coreia do Sul para o encerramento dos Jogos, há uma semana, garantiu que a Coreia do Norte está aberta para dialogar com os Estados Unidos.

Líderes sul e norte-coreanos se reúnem em Pyongyang, na Coreia do Norte - 05/03/2018 Líderes sul e norte-coreanos se reúnem em Pyongyang, na Coreia do Norte – 05/03/2018

Líderes sul e norte-coreanos se reúnem em Pyongyang, na Coreia do Norte – 05/03/2018 (The Blue House/Handout/AFP)

Resposta americana

No meio de um monólogo cheio de piadas durante um jantar com jornalistas, o presidente Donald Trump sugeriu no sábado que os Estados Unidos se reunirão com a Coreia do Norte, mas disse que Pyongyang deve se “desnuclearizar” primeiro.

“Agora nós estamos conversando e eles, aliás, ligaram alguns dias atrás. Eles disseram ‘nós gostaríamos de conversar’. E eu disse ‘então vamos conversar, mas vocês têm que se desnuclearizar, vocês têm que se desnuclearizar”, disse Trump aos participantes no jantar anual do Gridiron Club. “Nós nos reuniremos e veremos se acontece alguma coisa positiva”, ele acrescentou.

Neste domingo, contudo, uma autoridade do governo norte-americano disse que Trump não ouviu diretamente da Coreia do Norte que o país gostaria de iniciar conversas. A informação foi passada ao governo pela Coreia do Sul, disse a autoridade.

(Com EFE e Reuters)