Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Coreia do Norte enviará atletas para Paralimpíada de Inverno

Jogos em Pyeongchang começarão na próxima semana

A Coreia do Norte planeja enviar atletas para competir nos Jogos Paralímpicos de Inverno do próximo mês na Coreia do Sul, após sua participação na Olimpíada de Inverno que terminou no domingo, relatou a agência de notícias Yonhap.

Autoridades das duas Coreias se encontraram nesta terça-feira para discutir a logística da Paralimpíada, que começa no dia 7 de março em Pyeongchang.

Esta será a primeira delegação norte-coreana a participar de uma edição dos Jogos Paralímpicos de Inverno. Apenas dois atletas, ambos da equipe de esqui paraolímpico, foram convidados a participar da competição.

As duas partes, contudo, já haviam acordado em outras reuniões que a Coreia do Norte enviaria aos Jogos Paralímpicos uma delegação de umas 150 pessoas, incluindo atletas, músicos, animadoras e equipe de apoio.

A reunião para decidir os detalhes da participação da Coreia do Norte foi realizada nesta terça no Tongilgak, o Pavilhão da Unificação, construído na faixa norte da Zona de Segurança Conjunta (JSA) que faz parte da fronteira entre os dois países.

A delegação norte-coreana para as negociações foi liderada por Hwang Chung-song, importante funcionário do órgão encarregado de administrar as relações com Seul, enquanto a Coreia do Sul – composta também por três membros – tem à frente a Lee Joo-tae, diretor-geral de intercâmbios intercoreanos no Ministério da Unificação de Seul.

O encontro acontece depois da participação norte-coreana nos Jogos de Inverno de Pyeongchang, encerrados no último domingo. A competição esportiva colaborou para a aproximação histórica entre os dois países vizinhos, que tecnicamente ainda estão em guerra.

Os líderes sul-coreanos veem a participação de Pyongyang nos Jogos como chave para reduzir as tensões na península e possivelmente levar a negociações diplomáticas sobre o programa nuclear norte-coreano.

Jogos Olímpicos de Inverno

Para a cerimônia de abertura da Olimpíada de Inverno, que acabou no último domingo, a Coreia do Norte enviou uma comitiva oficial liderada pela irmã de Kim Jong-unKim Yo-jong. A visita representou a primeira viagem de um membro da dinastia Kim ao país vizinho.

Na ocasião, Yo-jong repassou um convite de seu irmão ao presidente sul-coreano Moon Jae-in para uma reunião entre os dois lados em Pyongyang. A possibilidade de um encontro entre as lideranças coreanas gerou grande expectativa e temor na comunidade internacional.

Moon, contudo, afirmou na semana passada que ainda é cedo para considerar uma reunião com a Coreia do Norte, apesar da aproximação propiciada pelos Jogos. “Há grandes esperanças para uma cúpula Norte-Sul, mas creio que seja um pouco precipitado”, declarou o presidente.

(Com Reuters e EFE)