Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Huawei é ‘ameaça’ a sistemas de segurança americanos, diz vice dos EUA

A empresa, que iniciou no fim do ano passado uma crise diplimática entre EUA e China, é alvo de 13 processos, incluindo roubo de patentes e fraude bancária

O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, afirmou que a empresa de equipamentos de telecomunicação chinesa Huawei representa uma “ameaça” aos sistemas de segurança americanos. As declarações foram feitas pelo republicano neste sábado na Alemanha, onde participou da Conferência de Segurança de Munique.

Autoridades chinesas, no entanto, se apressaram a defender a Huawei e negar que a companhia poderia coletar dados americanos e reportá-los a Pequim durante os esforços para o desenvolvimento de estruturas de 5G nos EUA. Pence, por sua vez, pediu que os aliados não permitam a participação da gigante chinesa na elaboração do serviço.

O secretário de Estado chinês, Yang Jiechi, criticou os comentários de Pence ao dizer que “sei exatamente onde os interesses deles se posicionam”.

Histórico de investigações

Em janeiro, o Departamento de Justiça dos Estados Unidos anunciou a abertura de treze processos contra a Huawei e sua diretora financeira, Meng Wanzhou.

Wanzhou foi presa em dezembro de 2018 no Canadá, por ordem do governo americano, em um desdobramento de uma guerra comercial que deu início a uma crise diplomática, com a detenção de diversos cidadãos canadenses na China.

As acusações contra a empresa incluem supostas investidas para roubar tecnologia da empresa americana T-Mobile, o boicote da companhia às sanções americanas contra o Irã, fraude bancária e obstrução de justiça.