Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Homem mata quatro crianças e comete suicídio na Flórida

Duas das crianças eram filhas do assassino; as outras duas eram de sua namorada, que chamou a polícia depois de uma briga e abandonou sozinha o apartamento

Um homem matou quatro crianças, tomadas como reféns, e depois se suicidou em um apartamento em Orlando, no Estado da Flórida, Estados Unidos, informaram nesta terça-feira 12 as autoridades locais. Duas das crianças eram filhas do assassino, identificado como Gary Wayne Lindsey Jr., de 35 anos.

“Entramos no apartamento e verificamos que as quatro crianças foram assassinadas pelo suspeito com disparos”, explicou em entrevista à imprensa o chefe da polícia de Orlando, John Mina. “Não temos nem ideia de quando as crianças morreram.” Os jovens tinham 1, 6, 10 e 11 anos.

Na noite de domingo, a namorada do suspeito chamou a polícia após uma briga. Lindsey tinha antecedentes na polícia por incêndios e outros crimes. A namorada, entretanto, tinha fugido do apartamento deixando para trás seus dois filhos e os dois de Lindsey.

Quando os policiais chegaram ao complexo de apartamentos para verificar a situação, o suspeito abriu fogo e feriu gravemente um dos agentes, Kevin Valencia, dando início a um incidente que se prolongou até a noite de segunda-feira.

John Mina explicou que a polícia esteve em contato “direto e indireto” com Lindsey ao longo do dia para negociar sua entrega e a liberação das crianças, mantidas em cativeiro por ele.

Pouco antes das 21 horas de segunda-feira (meia-noite, em Brasília), um agente encontrou o corpo de uma das crianças dentro do apartamento. As autoridades, então, decidiram iniciar uma operação de resgate.

Quando os agentes conseguiram entrar, segundo Mina, acharam todas as crianças e Lindsey mortos. Aparentemente, ele cometeu suicídio.

(Com EFE)