Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Homem-bomba mata 30 em funeral de policial no Paquistão

Bomba colocada em cemitério mata 14 mulheres em piquenique no Afeganistão

Por Da Redação 8 ago 2013, 12h50

Um homem-bomba matou ao menos 30 pessoas que participavam do funeral de um policial em Quetta, no oeste do Paquistão, no terceiro ataque contra alvos governamentais em duas semanas. Outras 62 pessoas ficaram feridas, segundo o chefe da segurança local, Babar Yaqoob Fateh Mohammad. A maioria das vítimas são policiais.

Leia também:

Leia também: Moto-bomba explode e mata nove crianças no Paquistão

Um membro do esquadrão antibombas disse que o responsável pelo ataque usava uma jaqueta cheia de rolamentos metálicos e estilhaços, para ampliar a potência da explosão. A detonação foi feita em frente à mesquita onde os agentes faziam fila para homenagear o colega, morto a tiros horas antes.

Não está evidente a autoria do atentado. Quetta, capital da província do Baluchistão, abriga muitos militantes, incluindo o Talibã, grupos sectários e combatentes separatistas.

Afeganistão – Também nesta quarta-feira, uma bomba colocada em um cemitério matou 14 mulheres no Afeganistão durante um piquenique à beira do túmulo de um parente, em celebração do feriado islâmico do Eid al-Fitr, segundo autoridades.

A explosão aconteceu em uma zona rural da província de Nangarhar, no leste do país, segundo autoridades provinciais. Na última semana, a província e sua capital, Jalalabad, sofreram várias explosões e atentados suicidas. É comum no Afeganistão que, no primeiro dia do Eid, as pessoas visitem túmulos de parentes. Segundo um porta-voz do governo provincial, quase todas as vítimas eram da mesma família. Três mulheres e uma criança sobreviveram com ferimentos.

(Com agência Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade