Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Haiti já registra 138 mortes na epidemia de cólera

Mais de 1.500 casos foram registrados, afirmou o presidente René Préval

O presidente do Haiti, René Préval, confirmou nesta sexta-feira que o país é assolado por uma epidemia de cólera que já matou pelo menos 138 pessoas. Préval afirmou que o governo já está tomando providências para combater a epidemia, a primeira da doença que ocorre no Haiti em um século, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Foram registrados mais de 1.500 casos da doença desde a quinta-feira. Os hospitais locais ficaram lotados com pacientes que sofriam de diarreia e desidratação. Alguns pacientes morriam menos de um dias depois de serem infectados. De acordo com o presidente, não há dúvidas de que se trata de uma epidemia de cólera.

Segundo Préval, estão sendo tomadas medidas “para ter certeza de que as pessoas estejam totalmente a par das precauções que devem ter para prevenir a contaminação”. As autoridades médicas haitianas aguaram os resultados de testes de laboratórios para determinar a causa da epidemia repentina em algumas regiões da capital Porto Príncipe.

As autoridades de saúde planejam colocar um fim à epidemia antes que ela se espalhe aos campos de desabrigados em Porto Príncipe. Equipes médicas internacionais têm ajudado o país desde 12 de janeiro, quando um terremoto de magnitude 7 devastou o país e acabou com a já deteriorada estrutura de saúde pública do país caribenho. O terremoto deixou 1,5 milhão de pessoas vivendo em barracas em vários pontos da cidade. Aproximadamente 300.000 pessoas morreram no desastre.

(Com agência Reuters)