Clique e assine a partir de 8,90/mês

Por coronavírus, parte da Europa fecha fronteiras: veja situação de países

Nações tomam medidas drásticas para conter a explosão de mortes e infecção pela doença no continente

Por Da redação - Atualizado em 16 mar 2020, 00h10 - Publicado em 15 mar 2020, 16h16

Nove países da Europa decidiram fechar totalmente ou parcialmente as suas fronteiras devido à rápida propagação do novo coronavírus, que já infectou mais de 50.000 pessoas e fez mais de 2.200 vítimas no continente. Depois da queda no número de casos na China, o local se tornou o epicentro da doença, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o que levou as nações a tomarem medidas drásticas para conter a pandemia. As ações acabam com a circulação livre de mais de 400 milhões de cidadãos da União Europeia, além de turistas de outros continentes. O objetivo principal dos governos é evitar o que aconteceu na Itália, onde mais de 1.800 pessoas morreram em função da enfermidade.

Confira abaixo as medidas que os principais países tomaram até agora:

Alemanha

O país fechará as fronteiras com os vizinhos França, Áustria e Suíça a partir da manhã desta segunda-feira, dia 16. A decisão foi tomada pela chanceler Angela Merkel. A Alemanha já registrou pelo menos nove mortes de pacientes com coronavírus e mais de 4.500 casos de infecção.

França

O governo decidiu ordenar o fechamento de bares, casas noturnas, restaurante e estabelecimentos que não sejam cruciais, como farmácias, mercados, postos de gasolina e bancos. As fronteiras, no entanto, continuam abertas.

Espanha

O governo determinou estado de emergência no país, determinando à população que permaneça em casa. Os cidadãos só estão liberados a sair para atividades essenciais, como comprar comida ou remédios, trabalhar e buscar atendimento médico. A medida começa a partir desta segunda-feira e deve durar inicialmente 15 dias. Viagens mesmo dentro do país só são autorizadas em casos de emergência, e as fronteiras estão fechadas para turistas.

Itália

Mais atingido pela epidemia com mais de 1.800 mortes, o país implementou a quarentena em todo o seu território. A circulação no país só é permitida por meio da apresentação de um atestado por motivos de trabalho ou saúde, o que inclui os cidadãos italianos e turistas. Todos os estabelecimentos devem ficar fechados, com exceção dos essenciais – mercados, farmácias, bancos e postos de gasolina.

Reino Unido

O governo britânico decidiu por enquanto não bloquear as fronteiras nem fechar as portas de estabelecimentos comerciais, bares, restaurantes e escolas por não considerarem uma medida eficaz para conter a pandemia.

Portugal

O país ainda não viu necessidade de fechar a fronteira, mas o assunto está em discussão pelas autoridades. A única restrição imposta até agora é de voos e cruzeiros vindos da Itália.

Holanda

A Holanda determinou o fechamento de bares, casas noturnas, cafés e restaurantes a partir de segunda-feira. As fronteiras continuam abertas.

Suíça

O país passou a controlar a fronteira com a Itália. Também estão proibidas reuniões com mais de 100 pessoas, e o funcionamento de bares e discotecas com mais de 40 clientes.

Continua após a publicidade

Dinamarca

O governo bloqueou as suas fronteiras para a entrada de todos os turistas até o dia 13 de abril. Cidadãos dinamarqueses e estrangeiros que moram no país são exceção à ordem.

Áustria

O país colocou controles em pontos de fronteira com a Itália, Suíça e Lichtentein. Os cidadãos desses três países têm a entrada barrada.

Bélgica

O governo determinou que todas as escolas, bares, cafés, restaurantes permaneçam fechadas até o dia 3 abril. A polícia está vistoriando as ruas para verificar se a ordem está sendo cumprida. As fronteiras continuam abertas.

República Tcheca

Governo determinou o fechamento da fronteira para turistas. Só entram tchecos e estrangeiros com visto de residência e de trabalho.

Polônia

Governo decidiu vetar a entrada de turistas e determinou que os poloneses que voltarem de viagem precisão passar por uma quarentena de quinze dias.

Eslováquia

País decretou a quarentena em todo o país e vetou a entrada de estrangeiros.

Chipre

País passou a proibir a entrada de pessoas que não sejam naturais do país ou da União Europeia.

Noruega

Governo tomou a decisão de barrar a entrada de estrangeiros em seu território.

Continua após a publicidade
Publicidade