Clique e assine a partir de 9,90/mês

FBI prende suspeito de planejar atentado contra o Capitólio

Admirador do grupo Estado Islâmico, Christopher Lee Cornell, de 20 anos, pretendia explodir bombas caseiras no local e abrir fogo contra congressistas

Por Da Redação - 15 Jan 2015, 03h17

Um jovem americano de 20 anos foi preso pelo FBI nesta quarta-feira acusado de planejar um ataque contra o Capitólio, sede do Congresso dos Estados Unidos. Christopher Lee Cornell, natural de Ohio, foi detido depois de comprar dois rifles e 600 cartuchos de munição, naquele que seria um dos últimos passos nos preparativos para o atentado.

Leia também: Al Qaeda no Iêmen reivindica ataque ao ‘Charlie Hebdo’

Segundo a rede de televisão ‘ABC’, o suspeito planejava detonar bombas caseiras no Capitólio e abrir fogo contra funcionários e congressistas que fugissem depois das explosões. O jovem foi formalmente acusado de tentativa de assassinato contra funcionários do governo e posse ilegal de armas.

O suspeito Christopher Cornell, de 20 anos
O suspeito Christopher Cornell, de 20 anos VEJA

A polícia federal americana começou a prestar atenção em Cornell depois que ele passou a publicar mensagens em apoio ao Estado Islâmico e simpáticas a atentados terroristas em uma conta no Twitter com o pseudônimo de ‘Raheel Mahrus Ubaydah’. Com a ajuda de um informante, o FBI conseguiu descobrir as intenções do jovem de conduzir ataques em solo americano.

Continua após a publicidade

“Acredito que deveríamos empreender a jihad sob nossas próprias ordens e planejar ataques”, escreveu Cornell em um e-mail. Segundo o FBI, Cornell alegava estar em contato com um comandante da Al Qaeda na Península Arábica (AQPA), baseada no Iêmen e considerada o braço mais perigoso da rede extremista. A AQPA reivindicou na quarta-feira os ataques que mataram 17 pessoas em Paris na semana passada.

(Com agências EFE e AFP)

Publicidade