Donald Tusk é reeleito como presidente do Conselho Europeu

Apesar da oposição da Polônia, os líderes decidiram pela reeleição em cerca de meia hora

Por Da redação - 9 mar 2017, 20h49

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, foi reeleito nesta quinta-feira para o cargo para um mandato de outros dois anos e meio durante uma cúpula de chefes de Estado e do governo da União Europeia (UE). O político polonês agradeceu, por meio de um tuíte: “Vou trabalhar com todos vocês, sem exceção, porque sou realmente dedicado à Europa unida”.

Os líderes resolveram em cerca de meia hora a questão da reeleição de Tusk, apesar da oposição da Polônia. A primeira-ministra polonesa Beata Szydlo advertiu, antes de começar a sessão, que a Polônia não apoiava a reeleição e ressaltou que seu país não aceitaria uma decisão sem seu respaldo – no entanto, a eleição para esse posto não requer a unanimidade, apenas uma maioria qualificada para sua aprovação.

Nos últimos dias surgiram dúvidas sobre a reeleição de Tusk, por causa da oposição da Polônia, seu próprio país de origem, que propôs o eurodeputado polonês Jacek Saryusz-Wolski para substituí-lo. Nessa segunda-feira, porém, Saryusz-Wolski foi expulso do PPE e afastado da vice-presidência do partido por sua vontade de continuar sendo candidato ao Conselho Europeu em substituição de seu compatriota Tusk.

Atualmente, os presidentes do Conselho Europeu, do parlamento europeu e da Comissão Europeia (o luxemburguês Jean-Claude Juncker) pertencem ao Partido Popular Europeu (PPE), embora tradicionalmente as instituições tentem buscar um equilíbrio entre as legendas majoritárias.

Publicidade

(Com EFE)

Publicidade