Clique e assine a partir de 8,90/mês

Dois militares morrem em ataque terrorista na Turquia

O grupo PKK, curdo, é o suspeito da autoria. As duas toneladas de explosivos, colocadas em um trator, são provavelmente uma resposta aos bombardeios turcos no Iraque

Por Da Redação - 2 ago 2015, 10h58

Na Turquia, dois militares morreram e 24 ficaram feridos após rebeldes curdos explodirem um trator em uma base militar da cidade de Dogubayazit, localizada na província de Agri. O ataque suicida está sendo atribuído pelo governo turco ao Partido de Trabalhadores do Curdistão (PKK).O veículo agrícola estava carregado com duas toneladas de explosivos e atingiu a base militar localizada próxima à fronteira com o Irã.

O embate do governo da Turquia contra os militantes curdos foi intensificado nos últimos dez dias, interrompendo um processo de paz iniciado entre as partes em 2012. O governo tem realizado ataques aéreos quase diários contra bases do PKK no norte do Iraque, enquanto os rebeldes têm atacado as forças de segurança turcas.Ao menos 24 pessoas, a maior parte militares, já morreram nesta nova onda de violência na Turquia.

Ao iniciar ataques aéreos na Síria contra o Estado Islâmico, o governo turco aproveitou para intensificar os ataques contra o PKK, que tem sido uma das forças mais fortes contra o Estado Islâmico. A manobra é uma maneira de o presidente Recep Erdogan pretende fortalecer seu poder, já que os curdos tiraram a sua maioria no Parlamento, nas últimas eleições.

(Da Redação)

Continua após a publicidade
Publicidade