Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Do supermercado para o mar: Lagosta encara jornada de 3.000 km de volta para casa

O animal foi comprado por uma vegetariana, que se sensibilizou com a situação do crustáceo

Por Da Redação 5 jun 2016, 08h55

Uma lagosta viva que estava à venda na seção de frutos-do-mar de um supermercado canadense ganhou uma segunda chance ao comover uma cliente na cidade de Red Lake, na província de Ontário, no Canadá. O anjo-da-guarda do animal foi Christine Loughead, mentora de uma incrível jornada de mais de 3.000 quilômetros do tanque no supermercado até a costa do país.

Christine comprou a lagosta por 20,23 dólares canadenses (55,80 reais) e decidiu batizá-la de Lobby Joe. Após algumas pesquisas na internet, descobriu que o crustáceo provavelmente havia sido pescado na costa da província canadense de Nova Escócia e decidiu que ele deveria voltar para o oceano onde nasceu.

Vegetariana, a canadense postou uma mensagem em um grupo no Facebook de veganos da cidade de Halifax, capital da Nova Escócia, procurando por alguém que pudesse ajudá-la na missão de levar a lagosta de volta no mar. Beth Kent, fundadora de um abrigo para animais e vegana, respondeu ao seu pedido.

Leia também:

Amelia, a gata marinheira que viaja pelo mundo com sua dona

Vídeo: gatinho refugiado reencontra família meses depois de se perder dos donos

Continua após a publicidade

Christine dirigiu por seis horas até uma loja em Winnipeg, que transporta animais vivos pelo país. Ela gastou 225 dólares canadenses (pouco mais de 600 reais) para enviar o crustáceo até Halifax, que fica a aproximadamente 3.000 quilômetros de Red Lake. A lagosta foi transportada em uma caixa de isopor cheia de compressas geladas e jornal molhado. A viagem durou 24 horas de carro, mas Lobby Joe venceu o desafio e chegou vivo até seu destino.

Beth então saindo dirigindo com a lagosta até encontrar um bom lugar para libertá-la e decidiu soltá-la em uma enseada. “De repente, ele se endireitou e caminhou sobre as rochas”, contou à emissora canadense CBC.

“A lagosta não é um animal muito atraente, mas eu peço às pessoas que fechem seus olhos e imaginem outro bicho, mais bonito, esperando para morrer em uma seção do supermercado”, disse Christine Loughead. “Eu tenho certeza que você teria o impulso de fazer algo”.

Christine tem um canal no Youtube, no qual registrou todos os momentos do resgate de Lobby Joe e sua viagem pelo Canadá. A vegana também já publicou outros vídeos de resgate de animais, como uma raposa e um gato.

Vídeo: O resgate de uma lagosta

(Da redação)

Continua após a publicidade
Publicidade