Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Democratas montam quartel-general em Iowa para defender Obama

Por Da Redação - 3 jan 2012, 22h32

Des Moines (EUA), 3 jan (EFE).- Uma equipe do Comitê Nacional Democrata (DNC) se deslocou a Iowa, onde os republicanos realizam nesta terça-feira seus caucus (assembleias populares), para defender o presidente Barack Obama dos ataques dos pré-candidatos do partido rival.

Cercados por telas de televisão, computadores e telefones, seis membros da equipe de comunicação do DNC seguem atentos os últimos eventos a poucas horas de os eleitores republicanos participarem da primeira fase das primárias de seu partido.

Iowa é a primeira parada de um longo processo, mas os três primeiros colocados demonstrarão força e chamarão a atenção do resto do país na corrida para em novembro tentar desbancar Obama, que aspira a um segundo mandato.

Na manhã desta terça-feira, os republicanos publicaram um vídeo sobre as ‘promessas não cumpridas’ por Obama, atribuindo ao presidente o atual nível de desemprego ‘acima de 8%, o aumento dos custos da saúde e o recorde nas despesas’, acusações que foram contestadas com contundência pelos democratas.

Publicidade

Os democratas não celebrarão primárias este ano, já que Obama é o candidato único do partido, mas não quiseram desperdiçar esta oportunidade para realizar também suas próprias assembléias de eleitores para aquecer os motores com vistas à campanha.

Na noite desta terça-feira, Obama falará por videoconferência com as pessoas que participam dessas assembleias, para reforçar a mensagem dos democratas e ‘estabelecer o contraste, uma vez que o Partido Republicano tem uma visão completamente distinta deste país’. EFE

Publicidade