Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Democratas e republicanos se unem em apoio a McCain

Políticos de destaque dos dois partidos manifestaram solidariedade ao senador americano, diagnosticado com um câncer no cérebro: 'Sempre foi um lutador'

Grandes nomes da política americana deixaram o partidarismo de lado para apoiar o senador republicano John McCain, diagnosticado com um câncer no cérebro. Personalidades republicanas e democratas como Donald Trump, Barack Obama, George W. Bush, Bill Clinton e Hillary Clinton expressaram seu apoio nas redes sociais.

Na última sexta, McCain passou por uma cirurgia para a retirada de um coágulo acima do olho. O boletim médico da Clínica Mayo, em Phoenix, Arizona, informou que a análise do tecido revelou um tumor cerebral primário conhecido como glioblastoma associado ao coágulo. Ainda de acordo com informações do hospital, as opções de tratamento podem incluir quimioterapia e radiação.

“John McCain sempre foi um lutador. Melania e eu enviamos nossos pensamentos e orações ao senador McCain, Cindy e a toda a família. Fique bem logo”, disse Trump em seu Twitter. O presidente e o senador já tiveram desentendimentos, o último se deu em março deste ano quando McCain considerou que Trump deveria apresentar provas quando este acusou o ex-presidente Barack Obama de ter utilizado escutas telefônicas ilegais.

O ex-presidente Barack Obama, que concorreu contra McCain nas eleições presidenciais de 2008, também publicou uma mensagem em seu Twitter e chamou McCain de herói americano.

“John McCain é um herói americano e um dos maiores lutadores que já conheci. O câncer não sabe contra quem está lutando. Mande-o para o inferno, John”, disse Obama.

“John McCain é forte o bastante. Pensando em John, Cindy, seus filhos maravilhosos, e toda a família esta noite”, publicou a ex-secretária de Estado Hillary Clinton em seu Twitter.

“Karen e eu estamos rezando por John McCain. O câncer pegou o cara errado. John McCain é um lutador e ele irá vencer essa batalha também. Que Deus abençoe!”, disse o vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, em sua rede social.

“Como ele demonstrou durante toda sua vida, não aposte contra John McCain. Os melhores votos para ele, para que tenha uma rápida recuperação.”, disse Bill Clinton em seu twitter.

“Eu liguei para o senador nesta manhã para desejar melhoras e encorajá-lo em sua luta. Em vez disso, ele me encorajou. Fiquei impressionado com sua força de vontade e determinação”, escreveu o ex-presidente George W. Bush em comunicado.