Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cruz Vermelha segue fora de Baba Amr, mas presta socorro em áreas próximas

Cairo, 5 mar (EFE).- O Crescente Vermelho sírio e a Cruz Vermelha Internacional seguem sem ter acesso ao bairro de Baba Amr, situado em Homs, e prestam socorro humanitário aos deslocados desta região em distritos próximos.

O porta-voz do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) na Síria, Saleh Dabakeh, disse à Agência Efe que, apesar da fragilidade da segurança, ‘a situação em Homs não é tão perigosa agora’.

Segundo Dabakeh, as equipes de socorro não entram em Baba Amr devido à presença de muitas minas terrestres no local. Essa situação poderia por em risco as vidas dos voluntários, explicou.

A agência de notícias ‘Sana’ informou nesta segunda-feira que as autoridades já tinham começado a limpar e a reparar os danos causados pelos ataques em Baba Amr e Al Inshaat, dois dos bairros mais castigados pelos bombardeios do regime em Homs.

De acordo com Dabakeh, a CICV pretende entrar no bairro de Al Inshaat ainda nesta segunda-feira, lembrando que no último domingo eles conseguiram acessar áreas próximas a Baba Amr, como Abel, onde distribuíram alimentos, roupas e também ofereceram assistência médica aos feridos.

Nesta manhã, o responsável do CICV acrescentou que outro comboio com alimentos e remédios chegou a Homs.

A entrada do CICV no bairro Baba Amr, atacado durante 27 dias pelas forças do regime, só foi autorizada na última quinta-feira, quando o Governo sírio, após uma operação terrestre de dois dias, anunciou ter limpado a ‘região de grupos terroristas’ e recuperado o controle total desse distrito. EFE