Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Covid: Manifestantes protestam contra medidas restritivas na Áustria

Sem máscara e desrespeitando distanciamento social, milhares de pessoas foram às ruas da capital do país no último sábado, 6

Por Redação Atualizado em 7 mar 2021, 13h12 - Publicado em 7 mar 2021, 13h10

Milhares de pessoas foram às ruas de Viena, capital da Áustria, neste sábado, 6, protestar contra as restrições impostas pelo avanço da pandemia do novo coronavírus no país. Convocados por partidos de extrema-direita, os manifestantes se aglomeraram sem máscaras e ostentaram cartazes contra a imprensa e adoção das medidas sanitárias.

Na manifestação, pessoas contrárias e favoráveis à manutenção das restrições entraram em confronto. Algumas, inclusive, foram detidas pela polícia por não respeitaram a ordem para que a aglomeração fosse desfeita.

Desde a flexibilização, em fevereiro deste ano, escolas, museus e lojas puderam voltar a funcionar, enquanto isso, restaurantes, bares e cafeterias continuam fechados. Mesmo com o afrouxamento da quarentena, os protestos contra as medidas adotadas pelo governo austríaco se proliferaram nos últimos meses.

Ao todo, a Áustria contabiliza mais de 8,6 mil mortos e 472 mil casos confirmados da doença. De acordo com o ministro da Saúde, Rudolf Anschober, a variante britânica, considerada uma das mais letais, é a que predomina hoje no país.

 

Continua após a publicidade
Publicidade