Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Coronavírus: G20 suspende pagamentos de dívidas de países pobres

Medida visa ajudar as nações a lidar com os impactos econômicos e as dificuldades na área da saúde da pandemia de coronavírus

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 19h24 - Publicado em 15 abr 2020, 16h23

Os líderes do G20, grupo das maiores economias do mundo, aprovaram nesta quarta-feira, 15, a suspensão dos pagamentos de dívidas dos países mais pobres entre 1º de maio e o fim de 2020. O objetivo é ajudar as nações a lidar com os impactos econômicos e com as dificuldades na área da saúde durante a pandemia de coronavírus. 

A medida, que já havia sido aprovada pelo G7 na véspera, consta em comunicado emitido pelos ministros de Finanças e os presidentes dos bancos centrais dos 20 países, que se reuniram virtualmente em assembleia conjunta com o Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Banco Mundial (BIRD).

“Apoiamos uma suspensão temporária do pagamento das dívidas dos países mais pobres. Todos os credores oficiais bilaterais participarão da iniciativa. Pedimos aos credores privados que participem em termos semelhantes”, diz uma nota emitida pelo grupo.

  • Presidido neste ano pela Arábia Saudita, o G20 tem entre seus integrantes a China, um dos principais credores dos países em desenvolvimento.

    A decisão foi elogiada pela diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, e pelo presidente do Banco Mundial, David Malpass, em carta conjunta. “É uma iniciativa poderosa e rápida que ajudará a salvar vidas e estilos de vida de milhões de pessoas nos países mais frágeis”, disseram.

    Continua após a publicidade
    Publicidade