Clique e assine com 88% de desconto

Como Trump e outros figurões são chamados pelo Serviço Secreto

De amantes secretas a celebridades, a segurança do líder americano tem um apelido para cada pessoa que se aproxima do presidente

Por Da redação - 4 fev 2017, 08h29

Entre os agentes do Serviço Secreto dos Estados Unidos, os moradores da Casa Branca não são conhecidos por seus nomes, e sim por apelidos. Além do presidente dos EUA, ganham um codinome membros da primeira-família, visitantes assíduos da Casa Branca, chefes de Estado e qualquer figura que mereça atenção da segurança.

No passado, os codinomes do Serviço Secreto tinham o importante propósito de “enganar” inimigos que espionavam as comunicações do governo. Desde que a tecnologia permitiu que as conversas fossem criptografadas, porém, os apelidos servem apenas para agilizar a comunicação entre os agentes.

Enquanto alguns fazem referência a características pessoais, outros codinomes são escolhidos aleatoriamente. A agência de comunicação da Casa Branca define uma letra inicial que será usada nos apelidos de todos os membros da família, e prepara uma lista de sugestões para o presidente. Os termos devem ser facilmente pronunciáveis para evitar mal-entendidos em conversas telefônicas, por exemplo.

Confira alguns codinomes do Serviço Secreto:

Publicidade