Clique e assine a partir de 9,90/mês

Colômbia e Farc adiam negociação de paz para meados de abril

Diálogo foi iniciado em novembro do ano passado, em Havana, depois do anúncio de uma trégua unilateral da guerrilha

Por Da Redação - 30 Mar 2013, 15h49

O governo colombiano e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) adiaram para a terceira semana de abril a retomada das negociações de paz em Havana, após uma série de reuniões durante a Semana Santa, de acordo com comunicado conjunto. Uma das rodadas de diálogo foi concluída em 21 de março sem acordo. O plano era retomar a conversa na próxima terça-feira.

Leia também:

Leia também: Colômbia define participação popular em diálogo com Farc

A conversa para tentar encerrar o último grande conflito armado da América Latina teve início em novembro do ano passado, em Havana, quando a narcoguerrilha anunciou uma trégua unilateral de dois meses. A guerrilha chegou a propor um cessar-fogo bilateral, mas o governo colombiano rejeitou a proposta.

Continua após a publicidade

Saiba mais:

‘Pode ser o começo do fim das Farc’, diz especialista

Entre os temas da negociação, o principal é centrado no problema da terra, do qual as duas partes se concentrarão separadamente. Os outros dizem respeito a entrega das armas por parte do grupo guerrilheiro, a entrada dos rebeldes desmobilizados na vida política, o narcotráfico e a reparação às vítimas do conflito que deixou milhares de mortos e desabrigados na Colômbia.

No comunicado, o governo e as Farc afirmaram que o “propósito (é) para concluir os trabalhos sobre os temas da agenda de forma rápida e no menor tempo possível”.

Continua após a publicidade

(Com agência Reuters)

Publicidade