Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Colégios eleitorais abren em região separatista moldávia

Por Da Redação 25 dez 2011, 05h15

Moscou, 25 dez (EFE).- Os colégios eleitorais da região separatista moldávia de Transnístria abriram neste domingo suas portas para recolher o voto de seus cidadãos no pleito presidencial ao qual concorrem o presidente do Parlamento, Anatoli Kaminski, favorito do Kremlin, e seu antecessor no cargo, Yevgueni Shevchuk.

Um total de 259 colégios, incluindo os 53 em Tiraspol, capital da região, iniciaram seu trabalho às 7h (horário local) sem que se tenham registrado incidentes, segundo informou a agência ‘RIA Novosti’.

Pela primeira vez desde 1991, as eleições presidenciais não contarão com a participação do histórico líder da região, Igor Smirnov, que não poderá concorrer por não ter conseguir votos suficientes nas eleições do dia 11 de dezembro, na qual o veterano Shevchuk foi o favorito.

Shevchuk, com 38,55% dos votos no no primeiro turno, e o presidente do Parlamento, Anatoli Kaminski, com 26,3%, disputam a Presidência no pleito, cujos resultados preliminares serão anunciados na próxima segunda-feira, segundo agências locais.

Smirnov, que comandou a Transnístria desde sua ruptura com a Moldávia e que pediu a Moscou que reconheça sua independência, bate de frente há meses com a Rússia e é considerado pelo Kremlin um obstáculo para o controle da região

A Transnístria, região de maioria russa e ucraniana, rompeu os laços com a Moldávia após um conflito armado no qual contou com ajuda militar da Rússia, cujas Forças Armadas continuam destacadas na região com o objetivo declarado de garantir a manutenção da paz. EFE

vm/ma

Continua após a publicidade
Publicidade