Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Casal de argentinos que estava no navio que naufragou quer continuar viagem

Por Da Redação 15 jan 2012, 13h37

Roma, 15 jan (EFE).- Um casal de argentinos recém-casados, que estava no navio ‘Costa Concordia’, que naufragou na noite de sexta-feira na costa italiana, disse que gostaria de continuar com o cruzeiro, pois ‘pagaram por sete dias de viagem’ e só realizaram um, já que a embarcação encalhou pouco tempo depois da partida.

O pedido do casal foi divulgado à Agência Efe por fontes do consulado da Argentina na Itália. O acidente ocorreu na noite de sexta-feira, após o cruzeiro zarpar do porto de Civitavecchia, a 70 quilômetros ao norte de Roma, em direção a Savona, no noroeste da Itália, a primeira etapa da viagem pelo Mediterrâneo.

A travessia tinha escalas em Barcelona e Palma de Mallorca, na Espanha; Palermo e Cagliari, na Itália; e em Marselha, na França.

Portanto, o jovem casal só desfrutou de algumas horas a bordo do ‘Costa Concordia’. Eles permaneceram em Roma e embarcarão em outro cruzeiro da mesma companhia, a ‘Costa Cruzeiros’.

Os outros 20 argentinos que estavam a bordo, ao contrário, já estão organizando sua volta para casa. ‘Muitos deles têm dupla nacionalidade e vivem na Espanha’, disseram fontes do consulado, que acrescentaram que novos passaportes foram enviados aos sobreviventes, já que os antigos ficaram no navio.

‘Todos se encontram são e salvos e esperamos que peguem voos regulares ou fretados’, finalizaram as fontes diplomáticas.

Ao todo, 4.229 pessoas, de 62 países diferentes, viajavam no navio. A maioria dos passageiros era composta por italianos, alemães e franceses. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade