Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Casa Branca diz que Obama está decidido a fechar Guantánamo

Por Virginie Montet 10 jan 2012, 05h58

A Casa Branca reafirmou nesta segunda-feira que o presidente americano, Barack Obama, está decidido a fechar a prisão de Guantánamo, na ilha de Cuba, apesar de ainda não ter cumprido esta promessa.

“O compromisso do presidente de fechar a prisão da Baía de Guantánamo é tão firme hoje como foi durante a campanha (à presidência em 2008)”, disse o porta-voz da Casa Branca Jay Carney, no décimo aniversário desta unidade criada com base na ‘guerra contra o terror’.

“Todos somos conscientes dos obstáculos para se obter o que o presidente quer (…), mas seu compromisso não mudou em nada”.

Logo após assumir a presidência, em janeiro de 2009, Obama disse que fecharia a prisão no prazo de um ano, destacando que Guantánamo era utilizada como ferramenta de recrutamento de terroristas contra os Estados Unidos.

Mas o presidente enfrentou uma profunda oposição do Congresso quando tentou transferir os detentos de Guantánamo ao território continental dos Estados Unidos para julgá-los na justiça comum, e não em tribunais militares.

Diante da oposição ao fechamento de Guantánamo e da pressão política em um ano de eleições presidenciais, é pouco provável que Obama cumpra sua promessa nos próximos 12 meses.

Os autores intelectuais dos ataques de 11 de setembro de 2001 estão entre os 171 detentos que permanecem em Guantánamo e aguardam julgamento em tribunais militares.

Continua após a publicidade
Publicidade