Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Carta em que Einstein alerta sobre perigo nazista é leiloada

Físico escreveu a um empresário de NY, elogiando o auxílio a judeus foragidos

Por Da Redação 12 out 2011, 12h11

Uma carta de Albert Einstein, datada de 1939, advertindo sobre o “calamitoso perigo” representado pelos nazistas para os judeus, às vésperas da II Guerra Mundial, foi leiloada nos Estados Unidos por quase 14.000 dólares – o dobro do estimado, informou o leiloeiro.

A carta assinada por Einstein
A carta assinada por Einstein VEJA

O Nobel de Física escreveu a um empresário de Nova York, Hyman Zinn, elogiando-o por ajudar os judeus foragidos das perseguições nazistas na Alemanha de Adolf Hitler. “Deve ser uma fonte de profunda satisfação para você estar fazendo uma contribuição tão importante para resgatar nossos companheiros judeus desse calamitoso perigo e conduzindo-os para um futuro melhor”, dizia Einstein.

A carta, escrita a máquina, em papel timbrado da Universidade de Princeton, com o selo original e conservada em excelente estado, data de 10 de junho de 1939. Einstein, que fugiu da Alemanha para os Estados Unidos quando Hitler chegou ao poder, em 1933, dizia que os judeus deviam ajudar uns aos outros como já faziam há gerações.

“O poder da resistência que permitiu ao povo judeu sobreviver durante milhares de anos se baseou, em grande medida, na tradição da ajuda mútua”, escreveu. “Nestes anos de angústia, nossa disposição de ajudar uns aos outros está sendo à prova de maneira especialmente severa. Podemos suportar esta prova, assim como fizeram nossos pais antes de nós. Não temos outro meio de autodefesa além de nossa solidariedade e nosso conhecimento de que a causa pela qual estamos sofrendo é uma causa transcendental e sagrada”.

Leia também:

Leia também: Os alemães sabiam – e aplaudiam – atrocidades do nazismo

(Com agência France-Presse)

Continua após a publicidade

Publicidade