Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Cadáver é encontrado em local de manifestação no Bahrein

Por Da Redação 21 abr 2012, 09h40

A oposição xiita do Bahrein anunciou neste sábado ter encontrado o cadáver de um homem no local onde ocorreu uma manifestação noturna contra o regime, em um povoado xiita perto de Manama.

“O cadáver do mártir Salah Abas” foi encontrado perto de Shakhura, um povoado próximo a Manama, onde uma manifestação hostil ao regime foi reprimida pelas forças de segurança, anunciou o Wefaq, principal grupo de oposição, em um comunicado.

Trata-se do primeiro morto anunciado pela oposição à margem do Grande Prêmio de Fórmula 1 do Bahrein, cujos primeiros treinos livres começaram na sexta-feira para a corrida programada para o domingo no circuito de Sakhir, perto de Manama.

O ministério do Interior confirmou a descoberta do cadáver neste sábado em Shakura e disse que está investigando o ocorrido.

Segundo um membro da família contactado pela AFP, Salah Abas foi detido pelas forças quando participava da manifestação de Shakura.

Depois de sua detenção, “não tivemos mais notícias dele até o anúncio da descoberta de seu corpo neste sábado de manhã”, acrescentou este familiar, que pediu para não ser identificado.

Segundo o Wefaq, o cadáver foi encontrado perto de uma propriedade nos arredores de Shakura, onde os cidadãos saíram na sexta-feira à noite para protestar e foram perseguidos e atacados pelas forças de segurança, anunciou o comunicado.

“As forças de segurança do Bahrein mataram” Salah Abas, denunciou o Wefaq, sem informar as circunstâncias exatas da morte.

Na noite de sexta-feira, dezenas de pessoas protestaram nos arredores de vários povoados xiitas situados a poucos quilômetros do circuito de Sakhir. As forças de segurança lançaram bombas de gás lacrimogêneo e bombas de efeito moral contra os manifestantes.

Continua após a publicidade
Publicidade