Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasil abandona projeto de compra de defesa antiaérea da Rússia

Mais caro, inferior aos concorrentes, o equipamento de 1 bilhão de dólares, quase foi comprado no governo Dilma Rousseff

O governo brasileiro colocou um ponto final em uma negociação que já se arrastava há quase cinco anos. Os comandantes militares foram informados que o Brasil não fechará a aquisição de sistemas de defesa antiaérea de fabricação russa.

Orçados em mais de 1 bilhão de dólares, os sistemas Pantsir-S1 eram criticados pelos militares que preferiam modelos mais baratos e eficientes produzidos por outros países.

O Ministério da Defesa já havia sinalizado para os russos que não daria sequência na negociação, que tinha entre os participantes a Odebrecht Defesa como uma das partes interessadas.

Apesar de considerada “inviável”, por parte do Brasil, a venda era trada pelos russos como algo possível. Chegaram inclusive a ameaçar colocar barreiras para entrada da carne brasileira, caso o negócio não fosse fechado.

Na semana passada, os Russos foram avisados que o programa foi cancelado e que o Pantsir-S1 não faz mais parte das intenções de compra do Ministério da Defesa por ser caro demais e fora dos padrões exigidos pelas Forças Armadas do Brasil.

No futuro, quando houver orçamento para uma nova concorrência internacional, o Pantsir-S1 não será considerado como uma das opções de compra.

Em 2012 os militares distribuíram a trinta fabricantes estrangeiros um relatório com as especificações desejadas para o equipamento. Entre outras exigências, as baterias deveriam ser compatíveis com os radares usados no país, caber nos aviões de carga da Força Aérea Brasileira (FAB) e ser equipadas de mísseis com alcance de 30 quilômetros. Pantsir-S1 não atende a esses requisitos.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Carlos Marques

    A sala do “Odebrecht Defesa” deve ficar entre a sala da “Odebrecht Corrupção” e a sala do Doutor Marcelo, atualmente vazia…

    Curtir

  2. César Augusto

    A artilharia AA russa dos modelos SA são as melhores do mundo mas o Brasil não tem dinheiro para comprar esse modelo… As forças armadas estão quebradas e o país não pode se defender de ninguém. Vergonha de país vagabundo e entregue.

    Curtir

  3. ADRIANOVIAJANTE007

    Era mais um esquema de corrupção em andamento.

    Curtir

  4. Cláudio e Gilberto devem ser alienados ou afiliados aos petralhas. Nem a Rússia usa mais o Pantsyr para Defesa Antiaérea de médio alcance. É um sistema obsoleto, caro e que não atende às condições de efeito colateral pregadas pelo ocidente. Era uma compra ideológica e não militar.

    Curtir

  5. kkkk… pra nos defender contra o quê? Contra a chuva de flechas bolivarianas?

    Curtir

  6. o francisco martins vc entende tanto de assuntos militares como entende da lua ou do sol… para de falar meeeerda… se existe algo que russos produzem com altissima qualidade são sistemas de defesa aerea… os americanos que o digam o f117 (AVIÃO STEALTH – INVISIVEL A RADARES FOI DERRUBADO) OS F22 E F35 serão os próximos… nada se compara a equipamentos russos em defesa militar. vai lamber as bolas de americanos.

    Curtir

  7. rodrigo primeiro… pantsir em sua classe é o melhor… agora por esse preço da pra pegar o s300 que é melhor que toda sucata americana, francesa ou alemã

    Curtir

  8. roberto para de falar bosta… a primeira coisa é…. pantsir em sua classe é o melhor… segundo nào sou ptista e nào gosto de ptista. terceiro… com esse dinheiro dava pra comprar s300 que é superior a qualquer porcaria americana ou alema… são os tucanos levando dinheiro por fora tambem…e odebrechet tambem… tudo bandido

    Curtir

  9. Antonio Bragança Martins

    Não conheço um único produto de consumo russo que preste, que dirá armamentos de alta tecnologia! Kkkkkkkkkkkkk Lembram dos mísseis “ocos” dos desfiles militares soviéticos da década de 70? Tudo blefe!

    Curtir

  10. Pedro Henrique Soares

    Que matéria!
    Mais uma vez a Veja se supera nas mentiras…
    Pantsir-S1 na sua classe e o melhor sistema de defesa aérea do mundo!
    Interessante observar as reações dos leitores do grupo Marinho, basta apenas falar as palavras magicas, PT, Lula, Dilma, comunistas e acreditam em tudo.
    Cadê as suportas fontes militares? Cadê a especificações do armamento? “Que preferiam modelos mais baratos e eficientes produzidos por outros países”, quais são eles? Não falaram, assim não tem como comparar, não é?
    “Ineficiente”! Diz isso ao EUA que abortaram seus planos de ataque ao exército sírio, por conta dos sistemas de defesa aérea russos.
    Mas claro, os novos donos do Brasil não querem que ele possua algo que pode realmente ser uma defesa eficaz.

    Curtir