Clique e assine a partir de 9,90/mês

Bombardeios na Síria deixam dezenas de mortos em Aleppo

Ataques da aviação síria e de rebeldes deixaram ao menos quarenta mortos

Por Da Redação - 5 jun 2016, 18h08

Cerca de 32 pessoas, entre elas uma mulher e três menores, morreram neste domingo nos bombardeios da aviação síria contra vários bairros na cidade de Aleppo, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos. Os ataques foram lançados por caças e helicópteros sírios contra os bairros de Al Qatayi, Karam al Jabal, Yesr al Hajj, Al Maiser, Al Zabdiya e a região de Castilo, sob o controle dos rebeldes.

Leia também:

Bombardeios do regime sírio em Aleppo deixam dezenas de mortos

Ataque aéreo em Idlib deixa ao menos 23 mortos na Síria; Rússia nega participação

Continua após a publicidade

Outras oito pessoas, entre elas uma mulher, morreram em bombardeios efetuados pelos rebeldes contra os bairros de Al Muhafaza, Al Suleimaniya, Al Tilal, Al Yamiliya, Nazlet al Fransiscan e outras áreas controladas pelo regime, acrescentou a ONG.

Segundo o Observatório, nos dois casos a expectativa é que o número de mortos aumente, já que há mais de 200 feridos, alguns deles em estado grave. Desta forma, aumenta para 519, entre eles 108 menores e 78 mulheres, o número de mortos registrados em Aleppo desde o último dia 22 de abril devido ao aumento dos bombardeios. Apesar das tréguas declaradas em Aleppo com a mediação internacional de Estados Unidos e Rússia, a violência se intensificou nas últimas semanas na cidade.

Desde 2012, o regime sírio controla os bairros ocidentais de Aleppo e as facções rebeldes e islamitas controlam a parte oriental.

(Com agência EFE)

Publicidade