Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Biden fratura pé ao brincar com cachorro, e Trump deseja melhoras

Presidente eleito, que toma posse em 20 de janeiro, terá que usar bota ortopédica durante várias semanas

Por Da Redação Atualizado em 30 nov 2020, 10h58 - Publicado em 30 nov 2020, 09h02

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, sofreu uma fratura no pé direito durante uma brincadeira com seu cachorro. O democrata de 78 anos escorregou enquanto brincava no sábado 28 com um de seus dois pastores alemães, Major.

Apesar de ainda não reconhecer publicamente sua derrota para o democrata, o presidente Donald Trump usou sua conta no Twitter para desejar uma rápida recuperação ao ex-vice-presidente.

Continua após a publicidade

Poucas horas depois, no entanto, Trump voltou à maratona de publicações em que coloca em dúvida, sem apresentar provas, o sistema eleitoral americano, dizendo que “não há maneira de termos perdido”. O atual presidente americano, que já autorizou o processo de transição de governo, continua sem ter vencido nenhum de seus processos para reverter os resultados das eleições de 3 de novembro, as quais, segundo a estimativa preliminar da imprensa americana, Biden venceu por 306 delegados contra 232.

O médico pessoal do presidente eleito, Kevin O’Connor, informou em um primeiro momento que Biden sofrera “uma torção no pé direito” sem “fratura aparente”. Mas uma tomografia computadorizada “confirmou fissuras (…) no meio do pé”, indicou o médico pouco depois, em um comunicado publicado pela assessoria de imprensa do democrata.

O’Connor informou que o presidente eleito “terá que usar provavelmente uma bota ortopédica durante várias semanas”.

O ex-vice-presidente de Barack Obama tomará posse em 20 de janeiro e será o presidente mais idosos da história dos Estados Unidos. O democrata levará para a Casa Branca seus dois pastores alemães, Major, adotado em 2018, e Champ, que está com a família Biden desde 2008.

Com sua vitória, Biden retomará a tradição de presidentes americanos que levam seus cães à Casa Branca. Empossado em janeiro de 2017, Donald Trump foi o primeiro presidente dos Estados Unidos em mais de um século a não ter nenhum animal de estimação.

Já conhecidos do público por fotos junto à família Biden, Major e Champ contam, inclusive, com páginas feitas por fãs no Twitter.

(Com AFP)

Continua após a publicidade
Publicidade