Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Autoridades russas buscam desaparecidos na região das inundações

Por Da Redação 9 jul 2012, 06h38

Moscou, 9 jul (EFE).- Os serviços de resgate da Rússia buscam desaparecidos na área das inundações que este fim de semana arrasaram milhares de casas no sul do país e que custaram a vida até agora de 171 pessoas, informou nesta segunda-feira o Ministério de Situações de Emergências.

‘Estamos trabalhando sobre cada uma das denúncias de desaparecidos. Procuramos as pessoas. Não posso detalhar o número das denúncias, mas são muitas’, disse o chefe adjunto do Centro de Situações Críticas do Ministério, Sergei Miroshnichenko.

A busca é dificultada por causa do grande número de pessoas não recenseadas que vivem em Krimski, a zona zero das inundações sem precedentes registradas este fim de semana no sul do país, no litoral do Mar Negro russo.

Enquanto isso, muitos habitantes de Krimski denunciaram que a cidade foi arrasada por uma onda de mais de sete metros que segundo eles pôde ter acontecido não tanto pelas chuvas, mas pelo transbordamento da represa de Neberdzhayevsk, situada em uma montanha sobre a cidade, as autoridades voltaram nesta segunda-feira a descartar tal versão.

O ministro de Situações de Emergências, Vladimir Puchkov, revelou que o sistema de alarme à população não funcionou de forma oportuna na madrugada do sábado, na qual mais de 24 mil pessoas perderam tudo ou quase tudo na comarca de Kuban. EFE

Continua após a publicidade

Publicidade