Clique e assine a partir de 9,90/mês

Ativista que atravessava EUA descalço morre atropelado

Mark Baumer, de 33 anos, queria chamar a atenção para as mudanças climáticas

Por Da redação - Atualizado em 24 jan 2017, 21h45 - Publicado em 24 jan 2017, 21h42

Um americano que caminhava descalço pelos Estados Unidos para chamar a atenção para as mudanças climáticas foi atropelado e morto em uma rodovia da Flórida no último final de semana.

Mark Baumer, de 33 anos, iniciou a caminhada em 13 de outubro. Ele publicava diariamente em seu blog informações sobre a jornada, mas as mensagens e fotos pararam no último sábado. Segundo autoridades da Flórida, ele foi atropelado por um utilitário esportivo (SUV) na rodovia US 90 e morreu no local.

A polícia informou que a motorista do veículo era uma mulher de 51 anos que levava uma criança no carro. De acordo com o jornal The New York Times, ela saiu da pista e atingiu Mark Baumer no acostamento.

A vítima era estudante e trabalhava na Universidade Brown, em Rhode Island. “Às vezes, por estar descalço e sem contato diário, sinto como se fosse um fantasma”, foi um de seus últimos posts em seu blog.

Continua após a publicidade

Essa não foi a primeira aventura de trekking Baumer. Ele encarou a primeira travessia do país em 2010, quando ele também escreveu sobre a rotina de viajante em seu blog.

Outras mortes

Em 2012, Andrew Moore, jovem de 20 anos que caminhava em apoio a um grupo contrário ao aborto, morreu em uma rodovia de estado de Indiana.

No ano seguinte, Joe Bell, de 48 anos, foi atropelado por um caminhão quando ia de Oregon a Nova York após seis meses de caminhada. Bell decidiu encarar o desafio após o suicídio de seu filho adolescente gay, vítima de bullying, que sonhava em trabalhar em Nova York.

Publicidade