Clique e assine com até 92% de desconto

Ao lado de Kamala, Biden pede calma e respeito ao voto

É o segundo discurso do democrata em 48 horas

Por Ernesto Neves Atualizado em 5 nov 2020, 18h43 - Publicado em 5 nov 2020, 18h35

Joe Biden realizou novo discurso na noite desta quinta-feira, 5, em Willmington, no Delaware, dois dias após a votação oficial para a presidência. Novamente, o democrata pediu calma e paciência para os apoiadores. Biden garantiu que “cada voto será contabilizado”.

A fala foi encarada como uma resposta às últimas manifestações do presidente Donald Trump nas redes sociais. Mais cedo, o republicano novamente falou em fraudes no pleito. Ele, no entanto, não apresentou provas.

Biden começou o discurso relembrando as 240.000 vítimas do coronavírus no país. “Ninguém, além do povo americano, tem poder para definir quem será presidente dos Estados Unidos”, disse Biden.

“Então cada voto precisa ser contado. A democracia, às vezes, pode ser confusa e requer paciência. Mas nosso sistema de democracia, que possui 240 anos, funciona muito bem”, continuou.

“Fiquem calmos. O processo está funcionando e saberemos muito em breve o resultado final”.

Também nesta quinta-feira 5, Biden lançou um site oficial de transição de governo. Denominada  “Build Back Better” (“Reconstruir melhor”), a página traz o plano de promessas de Joe Biden, já divulgado durante a corrida eleitoral.

“As crises que o país enfrenta são graves – de uma pandemia a uma recessão econômica, das mudanças climáticas à injustiça racial – e a equipe de transição continuará se preparando a toda velocidade parara que o governo Biden-Harris possa começar a trabalhar no primeiro dia”, diz a página inicial do site democrata.

 

Continua após a publicidade
Publicidade