Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Agência Europeia de Medicamentos dá aval para vacina da Pfizer-Biontech

Previsão é que União Europeia inicie vacinação em massa nos próximos dias

Por Ernesto Neves Atualizado em 21 dez 2020, 15h18 - Publicado em 21 dez 2020, 11h41

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês) aprovou nesta segunda-feira (21) a vacina da Pfizer BioNtech. A decisão abre caminho para que todos habitantes da União Europeia comecem a ser vacinados contra o novo coronavírus ainda em dezembro.

“Tenho o prazer de anunciar que o comitê científico da Agência Europeia de Medicamentos se reuniu hoje e recomendou uma autorização condicional de comercialização na União Europeia para a vacina desenvolvida pela Pfizer e pela Biontech”, disse a chefe agência reguladora, Emer Cooke.

Agora, a vacina precisa da aprovação formal da Comissão Europeia. A presidente da Comissão, Ursula von der Leyen, afirmou que a decisão deve ser anunciada ainda nesta segunda-feira.

Itália, Alemanha, França e Áustria planejam iniciar a vacinação a partir de 27 de dezembro. O objetivo da UE é imunizar ao menos 70% dos 450 milhões de habitantes dos 27 países-membros do bloco.

O sinal verde EMA sobre a vacina acontece em meio a uma severa segunda onda da doença na Europa.

No último fim de semana, o premiê do Reino Unido, Boris Johnson, anunciou uma nova variante do Sars-CoV-2 que se alastra 70% mais rápido.

Para conter o surto, Johnson decretou novo lockdown. Diversos países estão cancelando voos para a Grã-Bretanha, incluindo quatro nações da América do Sul. 

A nova cepa já atinge também o continente europeu, com um caso confirmado na Itália. 

  • Continua após a publicidade
    Publicidade