Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Crema Gelato Italiano serve o melhor sorvete de Salvador

A rede, que veta ingredientes artificiais, volta a conquistar o júri de VEJA COMER & BEBER

O que é mais saboroso: ser dono de sorveteria ou de estacionamento? Se alguém pode dar a resposta é o paulistano André Rossetto. Proprietário da Crema Gelato Italiano, tricampeã na categoria, ele iniciou o pequeno império gelado, hoje com sete unidades, depois de comandar por quase duas décadas uma rede de estacionamentos, da qual ainda é sócio. A insossa rotina de antes, que o obrigava a lidar com pepinos como carros avariados e objetos furtados, deu lugar a tarefas bem mais apetitosas. Uma delas é bater o martelo, depois de numerosos testes, sobre quais novos sabores irão para as vitrines — o de Ninho com Nutella, o de churros e o que junta manga, maracujá e abacaxi são os mais recentes. Como prega a tradição italiana, os sorvetes não levam corantes nem demais ingredientes artificiais. A produção é concentrada na matriz, na Pituba: todos os dias mais de vinte sabores, de um total de sessenta, são fabricados no endereço. Os potinhos que acomodam até três tipos custam entre R$ 12,00 e R$ 16,00 (com um só, a casquinha é vendida a R$ 12,00; com dois, a R$ 14,00). Avenida Paulo VI, 1852, Pituba,3106-0000 (40 lugares). 11h/21h; Salvador Shopping,3342-4369 (8 lugares). 9h/22h (dom. 12h/21h). Mais cinco endereços. Aberto em 2015.

2º lugar – Sorveteria da Barra

Dica amiga? Escolha um lugar na varanda para se deleitar com um dos 46 gelados da marca e, de quebra, ver o mar na paisagem. Entre os sabores especiais, fazem sucesso o de doce de leite com brownie e o de chocolate trufado. No cascão ou no copinho, uma bola sai a R$ 9,50, duas a R$ 15,00 e três custam R$ 18,00. Para quem prefere o gelado no palito,= tem picolé de chocolate com caramelo, com casquinha crocante de chocolate meio amargo (R$ 7,00). Outro hit são os bombons de maracujá ou de morango, vendidos gelados (R$ 2,50 a unidade). Avenida Oceânica, 683, Condomínio Expresso 2222, Barra,2132-5999 (74 lugares). 11h/21h (sex. e sáb. 10h/22h; dom. 10h/21h). Aberto em 1974.

3º lugar – Sorveteria da Ribeira

Histórica e tradicional, a matriz da marca, em frente à orla da Cidade Baixa, é um ponto turístico da capital. Ali ou nos outros três endereços da rede ficam disponíveis cerca de noventa sabores, com destaque para tapioca, coco e morango. Tanto no copinho como na casquinha, os valores são os mesmos (R$ 9,00 por uma bola; R$ 18,00 por duas; R$ 21,00, três bolas). Também faz sucesso a opção de milk – shake, cremoso e encorpado, preparado com uma grande variedade de sabores (R$ 22,00, 500 mililitros). Praça General Osório, 87, Ribeira,3316-5451 (400 lugares). 8h/22h (sáb. e dom. até 23h30); Rua das Gaivotas, 120, Imbuí,3022-4311 (25 lugares). 10h/22h. Mais dois endereços. Aberto em 1931.

Quer conhecer todos os campeões de VEJA COMER & BEBER? Clique aqui.