Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vice em 2010, Narciso se emociona ao ganhar Copa SP

Por AE

São Paulo – Técnico do time do Santos que foi vice-campeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior em 2010, Narciso comemorou nesta quarta-feira, no mesmo Pacaembu daquela decisão de exatos dois anos atrás, o título da principal competição da categoria no País. Agora comandando os garotos do Corinthians, o ex-jogador viu a equipe paulista bater o Fluminense por 2 a 1, de virada, na final do torneio.

Narciso comemorou muito a conquista e se emocionou ao falar sobre como triunfou após ser derrotado pelo São Paulo o jogo que valeu a troféu em 2010, quando o clube do Morumbi tinha em sua equipe júnior o meia Lucas e o volante Casemiro, hoje entre os principais destaques da equipe profissional. O ex-atleta, que teve a sua carreira abreviada por uma leucemia, diagnosticada em 2000, agora foi às lágrimas ao relembrar de quando iniciou a sua carreira como jogador.

“Espero ver estes jogadores no time profissional. Eu trato eles (jogadores) como se fossem meus filhos. Tenho idade para ser pai deles. Hoje (quarta-feira) na preleção eu disse a eles que, quando tinha 16 anos e saí de casa, minha mãe disse para mim: filho, vai com Deus, siga o seu caminho. E hoje foi a única palavra que falei para eles: meus filhos, vão com Deus, sigam o caminho de vocês. E eles vão trilhar o caminho deles”, ressaltou Narciso, com os olhos marejados.

E o Pacaembu, onde agora ele comemora uma conquista, já havia sido palco de outra grande desilusão para Narciso. Em 1995, o ex-zagueiro defendeu o Santos no empate por 1 a 1 com o Botafogo, na final do Campeonato Brasileiro daquele ano, em resultado que acabou dando o título nacional ao time carioca. Agora, porém, ele festejou o fato de ter faturado a Copa São Paulo e coroado, com uma vitória de virada, uma das melhores campanhas de um clube na história da competição.

“Foi do jeito que o corintiano gosta. Por tudo que esses meninos fizeram nesse campeonato, acho que o título é merecido”, enfatizou o comandante, que havia sido demitido pelo Santos no final de 2011, após dirigir a equipe novamente na Copa São Paulo do ano passado.

Em 2010, Narciso viu de perto o Santos perder nos pênaltis na decisão da competição de juniores, após empate por 1 a 1 no tempo normal. Na época, não se conformou com o fato de o árbitro do confronto não ter expulsado o goleiro Richard em um lance polêmico e chegou a tentar agredir o juiz depois da derrota.